The Dark Eye: Chains of Satinav e Memoria estão disponíveis para consoles

A Daedalic Entertainment lançou nesta quarta-feira, 27, as aventuras clássicas de apontar e clicar The Dark Eye: Chains of Satinav e The Dark Eye: Memoria no Nintendo Switch, Xbox e PlayStation. Os jogos se passam em Aventuria, um dos mundos de RPG mais populares da Europa e agora estão disponíveis em consoles pela primeira vez.

Sobre The Dark Eye: Chains of Satinav

Aqui, os jogadores assumem o papel do caçador de pássaros Geron, que tem a tarefa de ajudar o rei a estabelecer a paz ao capturar corvos suspeitos que assolam o reino de Andergast, notoriamente supersticioso e cheio de conflitos. No entanto, não apenas a tarefa de Geron se mostra inesperadamente difícil, mas também acaba sendo o primeiro passo da maior aventura de sua vida – levando-o às fronteiras das terras mapeadas de Aventuria e além.

Sobre The Dark Eye: Memoria

Já em The Dark Eye: Memoria, os jogadores vivenciam duas histórias emocionantes em uma. Ao viajar por diferentes períodos de tempo, eles seguem a jornada de Sadja, uma princesa do sul que deseja ser um herói de guerra, e Geron, o principal protagonista de The Dark Eye: Chains of Satinav, que quer acabar com a maldição de sua namorada. A busca por respostas logo leva a uma cadeia de eventos que conecta as histórias de Sadja e Geron, ameaçando transformar o presente em um reflexo sombrio de um passado há muito esquecido.

Características principais

  • Mergulhe no mundo fantástico de Aventuria e experimente aventuras épicas, escritas por autores experientes do popular RPG de fantasia em papel e caneta The Dark Eye.
  • Trilha sonora de fantasia épica e narração de alta qualidade para envolvê-lo no jogo.
  • Suporte completo para touchscreen no Nintendo Switch.
  • Lindos fundos 2D desenhados à mão e personagens de jogos 3D de alta qualidade.
  • Dos criadores de The Whispered World e Deponia.

Por fim, ambos os jogos já estão disponíveis para Nintendo Switch, Xbox e PlayStation.

Álvaro Saluan

Doutorando em História e graduando em Ciências Sociais, é completamente apaixonado por videogames e escreve sobre há mais de três anos. Vê os jogos para além do entretenimento, considerando todo o processo como uma grande e diversificada arte.