Hearthstone traz novos conteúdos e patch 17.4

A Blizzard anunciou nesta sexta-feira, 19, que Festival do Fogovil vai esquentar com o novo modo para um jogador em Hearthstone. Em Prova de Fogovil, você poderá acompanhar a história de Aranna Mirestela, que embarca numa jornada de autoconhecimento e se junta aos Caçadores de Demônios e ao próprio Illidan Tempesfúria para enfrentar o líder da Legião Ferruginosa: Meca-Jaraxxus! Portanto, assuma o papel de Aranna e lidere o bando dela à vitória na aventura para ganhar o verso de card Legião Ferruginosa. Sendo assim, todos os cinco capítulos da aventura Prova de Fogovil já estão disponíveis e de graça!

hearthstone
Imagem: Divulgação.

Monte seu deck na semana que vem!

Já terminou sua aventura solo? Semana que vem, fique de olho nos Desafios da Prova de Fogovil, no qual você monta seus decks para encarar um monte de chefes poderosos de Terralém. Coloque suas habilidades (e seus decks) à prova nos Desafios da Prova de Fogovil para ganhar a recompensa: um card lendário Dourado de Kael’thas!

Oferta de Aranna Mirestela

Disponível de hoje, 19, até 7 de julho, esse achado fora de série inclui Aranna Mirestela, heroína da classe Caçador de Demônios, 20 pacotes de Cinzas de Terralém e o verso de card Aranna.

Por fim, para ficar sabendo de todas as novidades do patch 17.4, clique aqui.

Sobre Hearthstone

Tendo mais de 100 milhões de jogadores, Hearthstone está disponível gratuitamente nas versões para PC, celulares e tablets, podendo ser baixado através do site oficial. Além disso, sua mais recente expansão, Cinzas de Terralém, traz novidades como a nova classe dos Caçadores de Demônios e muitas outras funcionalidades.

Por fim, vale lembrar que os novos cartões pré-pagos da Blizzard também já estão disponíveis em todo o Brasil. Eles podem ser utilizados para carregar o saldo dos jogadores na loja Blizzard Battle.net para que possam aproveitar para adquirir a Oferta do Ano do Dragão e outros itens digitais em Hearthstone.

Álvaro Saluan

Doutorando em História e graduando em Ciências Sociais, é completamente apaixonado por videogames e escreve sobre há mais de três anos. Vê os jogos para além do entretenimento, considerando todo o processo como uma grande e diversificada arte.