Dying Light 2 Stay Human revela concurso voltado para fãs

Techland deu início nesta quinta-feira, 17, ao Dying Light 2 Stay Human User Contest, um concurso que oferecerá aos jogadores a oportunidade de ganhar prêmios em dinheiro, uma quantidade limitada de edições de Dying Light 2 Collector’s Edition e mais. As inscrições estão abertas até o dia 7 de dezembro, data da chegada do jogo, e os finalistas e vencedores serão selecionados por um júri interno da desenvolvedora.

Dying Light 2 Stay Human
Imagem: Divulgação

Os jogadores poderão se inscrever em três categorias diferentes, Escrita, Fan Art e Cosplay. Veja os detalhes de cada uma:

  • Escrita: Crie um uma história inspirada nos habitantes da Cidade. Revele a Cidade através de seus olhos e conte uma lenda urbana madura, corajosa e surpreendente.
  • Fan Art: Crie uma obra de arte visual capaz de ganhar vida com a luz UV. Prédios vazios, paredes em ruínas e os destroços da civilização escondem muitos segredos! 
  • Cosplay: Torne-se um personagem de Dying Light 2 com uma arma forjada com restos de metal, uma roupa improvisada para combates e escaladas, ou qualquer coisa que sua criatividade inventar.

Os vencedores vão receber itens de colecionador exclusivos, prêmios em dinheiro de até US$ 2.500, além da chance de ter a arte inclusa na em Dying Light 2 Stay Human. Além disso, todos os finalistas receberão uma cópia digital de Dying Light: Platinum Edition, que inclui todo o conteúdo adicional lançado para o primeiro game.

Crossover entre Rust e Dying Light

Enquanto Dying Light 2 Stay Human não chega, os jogadores do primeiro game poderão jogar mais um evento crossover com Rust. Até o dia 1º de julho, será possível usar os instintos de sobrevivência para se familiarizar com as novas armas e skins de Rust por meio de um bundle gratuito, além de enfrentar um novo tipo de inimigo humano e ganhar recompensas exclusivas participando de eventos dentro do jogo.

Rust x Dying Light
Imagem: Divulgação

Sobre Dying Light 2

Em Dying Light 2, mais de 20 anos se passaram após os eventos em Harran, e a humanidade perdeu a luta. 98% da população mundial foi dizimada e A Cidade, um dos últimos grandes povoados humanos, está dividida pelo conflito. A civilização voltou à uma “Moderna Idade das Trevas”.

Os jogadores assumem o papel de Aiden Caldwell, um sobrevivente infetado. A agilidade excecional e as técnicas brutais de combate fazem do personagem um aliado poderoso e uma comodidade valiosa para A Cidade. O protagonista pode entrar em locais onde mais ninguém se atreve a meter os pés, e com suas habilidades singulares o jogador pode tentar fazer a diferença na colônia infestada. Você é um viajante com o poder de mudar o destino da cidade.

Mas todas essas habilidades têm um preço. Assombrado por memórias indecifráveis, você parte em busca da verdade… e encontra uma zona de combate. Aprimore ainda mais suas habilidades para derrotar os inimigos e fazer aliados, faça aliados usando da força e da inteligência. Desvende os segredos sombrios dos detentores do poder, escolha um lado e decida seu destino. Mas sejam quais forem suas decisões, há uma coisa que você nunca pode esquecer: continue humano.

Dying Light 2 Stay Human oferecerá um enorme mundo aberto, tanto horizontal quanto vertical, com caminhos variados e passagens ocultas. O combate mesclou habilidades de parkour e ainda mais brutalidade do que no jogo original, com armas e armadilhas ainda mais criativas. Mas isso não significa que o ciclo dia e noite ficou mais tranquilo. Todos os anos de infecção fizeram os virais evoluírem ainda mais. A luz do sol os afasta, mas a noite é ainda mais perigosa, quando eles começam a caçar, saindo de seus covis para explorar.

Por fim, Dying Light 2 mudará de acordo com as escolhas e as ações do jogador. Determine o equilíbrio de poder ao fazer escolhas em um conflito crescente e forje sua própria experiência em uma história cooperativa para até quatro jogadores. O game chega no dia 7 de dezembro para PlayStation 4, PlayStation 5Xbox One, Xbox Series X|S e PC, via Steam

Lucas Soares

Jornalista e fã de videogames desde criança. Já teve Mega Drive, Game Boy Color, PS1, PS2, PS3, PS4, PSVR, PS Vita, Nintendo 3DS e agora tem "só" um PS5 e um PC Gamer. Para ele, o melhor jogo da história é Chrono Trigger, mas Metal Gear Solid 3, Final Fantasy X, The Last of Us Part II e Red Dead Redemption 2 completam o Top-5.