Rain on Your Parade | Review

Rain on Your Parade conta a história de Nublado, uma nuvem recortada em papelão disposta a arruinar o dia de todos que encontra pelo caminho. Viaje o mundo e aprenda habilidades características de uma nuvem, como chuva e raios, que o ajudarão a causar mais travessuras e concluir as curtas e variadas fases de comédia pastelão! Quer descobrir se Rain on Your Parade vale o seu tempo? Confira nesta análise antecipada para o Pizza Fria!

Antes de começar…

Chegando no próximo 15 de abril, o independente Rain on Your Parade foi desenvolvido e publicado pela Unbound Creations, empresa reconhecida por seus jogos de crítica social, como Headliner: NoviNews (2018) e Postmortem: One Must Die (2013). Segundo seu diretor e fundador, o polonês Jakub “Koobazaur” Kasztalski, “o estúdio deu um tempo (muito necessário) das coisas políticas mais sérias para trabalhar em Rain on Your Parade.

Por enquanto, a previsão de chuva marca Rain on Your Parade nos consoles Nintendo Switch, Xbox One e nos computadores com Windows 10 (via Microsoft Store e Steam) ou Mac e Linux (via Steam). Consoles Xbox Series X|S rodam a versão de Xbox One por meio da retrocompatibilidade. Finalmente, a licença adquirida pela Microsoft Store serve para ter o jogo tanto nos consoles Xbox quanto no computador, porém não migra o arquivo de progresso entre eles.

Rain on Your Parade é uma pequena homenagem à cidade quase sempre nublada de Seattle. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Rain on Your Parade é uma pequena homenagem à cidade quase sempre nublada de Seattle. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

O nome do jogo, Rain on Your Parade, vem de uma expressão idiomática em inglês melhor traduzida ao português como “estragar a sua festa” ou “arruinar seus planos”. Infelizmente, essa tradução perde o trocadilho com o propósito do jogo e a nossa nuvem travessa, já que uma tradução literal seria “chover no seu desfile”.

Ah! Também vale a menção de que a desenvolvedora e editora Unbound Creations está situada na cidade estadunidense de Seattle, conhecida por seu tempo chuvoso e constantemente fechado por nuvens… não à toa, um dos cenários finais é proteger a cidade que nos deu o café da Starbucks e a banda grunge Nirvana.

O último recado é que esta análise de Rain on Your Parade foi feita em um Nintendo Switch e todas as telas vistas aqui são do console quando atracado na doca, capturadas por uma placa de captura. Abaixo você pode conferir 10 minutos de gameplay variado.

Rain on Your Parade, um jogo imprevisível

Em 2019, a desenvolvedora australiana House House e a editora Panic apresentaram o mundo a seu Untitled Goose Game, cujo protagonista é um ganso mal-intencionado. Os objetivos do ganso carecem de uma motivação explicada: não há texto, não há história. Você é um ganso com uma lista de tarefas e deve descobrir como fazê-las. Estava aberta a temporada de jogos despretensiosos com o rótulo de comédia pastelão e objetivos simples e bobos, porém divertidos.

Rain on Your Parade bebe nessa fonte de comédia pastelão, mas, por outro lado, tenta dar um pano de fundo para justificar as aventuras de Nublado: tudo começa com um garotinho pedindo ao avô uma história antes de dormir.

Rain on Your Parade, ao contrário de Untitled Goose Game, tem um enredo para justificar as ações no jogo. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Rain on Your Parade, ao contrário de Untitled Goose Game, tem um enredo para justificar as ações no jogo. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Nós, jogadores, escutamos a conversa enquanto vemos a prateleira de brinquedos do menino. Para a desilusão inicial do neto, ele diz que contará como nuvens podem ser incrivelmente travessas e empolgantes. Contudo, a grande vontade de Nublado é mudar-se para onde as nuvens vivem em paz todos os dias: Seattle (como disse acima, famosa pelo seu tempo quase sempre fechado).

Já no começo de Rain on Your Parade, assumimos o controle de Nublado na mais clássica das situações para se ter uma indesejável chuva: o dia do casamento a céu aberto. O que você é capaz de fazer no primeiro cenário é de deixar Alanis Morissette, em sua canção Ironic, com inveja, já que Nublado tem dois objetivos: encharcar os noivos (obrigatório) e encharcar os 24 convidados (opcional).

Não adianta fazer simpatia: vai chover (e vai ficar muito pior!). (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Não adianta fazer simpatia: vai chover (e vai ficar muito pior!). (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Os objetivos são facilmente visualizados com o botão (no Nintendo Switch), compreendidos no formato de uma lista de tarefas, não muito diferente de Untitled Goose Game. A presença de uma estrela ⭐ à esquerda da lista significa que o objetivo em questão é obrigatório, enquanto os demais são opcionais. Ao completar todos os objetivos, um item cosmético é liberado, quase sempre um chapéu ou um acessório para vestir Nublado.

Não precisamos nos preocupar em controlar a altitude de Nublado, pois, suspenso pelas cordas, ele se desloca em um plano bidimensional. Nossa única preocupação para causar pânico no casamento e consequentemente aguar os sonhos da noiva é movimentar a nuvem de papelão com o analógico e apertar A para abrir as chopeiras torneiras de chuva!

O casamento é só o primeiro dos pouco mais de 50 cenários com situações imprevisíveis. Pelo caminho você encontrará de tudo, já que Rain on Your Parade é bem imprevisível: missões curtas, missões demoradas; simples, complexas; engraçadas, pedantes.

Objetivos, objetivos opcionais e itens desbloqueáveis por mais de 50 fases. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Objetivos, objetivos opcionais e itens desbloqueáveis por mais de 50 fases. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Se o seu gosto for parecido com o meu, o jogo brilha quando o falatório excessivo desaparece, aproximando o jeito de fazer comédia ao dos filmes mudos de Charlie Chaplin e Buster Keaton (aliás, para mim, esse é um dos trunfos de Untitled Goose Game).

Rain on Your Parade é repleto de uma genialidade paradoxalmente boba e sagaz, que deixa o jogador com um sorriso junto com a satisfação de cumprir objetivos absurdos. Mas esse humor nem sempre funciona.

Há ainda as piadas visuais – paródias ou referências à cultura pop – e elas funcionam muito bem, além de valerem o tempo para tentar lembrar de onde vieram. Sem contar os cenários que lidam com situações como invadir um estúdio de um telejornal e destruir tudo para terminar apresentando a previsão do tempo. Rain on Your Parade é repleto de uma genialidade paradoxalmente boba e sagaz, que deixa o jogador com um sorriso junto com a satisfação de cumprir objetivos absurdos.

Mas esse humor nem sempre funciona, já que, por outro lado, a graça migra para um estilo que tenta ser engraçadinho, mas acaba sendo autoexplicativo e deixa um riso amarelo no final. Muitos desses momentos acontecem principalmente nas cenas dos outros personagens, sejam avô e neto, os amigos ou o vilão Dr. Estio.

Raios assustam os seres vivos próximos ao local onde caem; mas não deixe a ovelha negra entrar no cercado! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Raios assustam os seres vivos próximos ao local onde caem; mas não deixe a ovelha negra entrar no cercado! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Claro que, com um pouco de prudência, o requisito para as piadas funcionarem depende do senso de humor do jogador. E, nesse critério, Rain on Your Parade meio que dá tiros para todos os lados e acaba, às vezes, chovendo no molhado.

Por todo Rain on Your Parade, a nuvem como protagonista é colocada em eventos que vão do absurdo, passando pelos de senso comum sobre coisas do clima e da chuva, até referências metalinguísticas.

As críticas à indústria dos jogos eletrônicos são frequentes. Um exemplo acontece quando aprendemos a primeira de quatro habilidades, o raio ⚡, e Rain on Your Parade nos diz que é incrível como outros jogos travam habilidades básicas de progressão por trás de conteúdo pago e microtransações. Por falar em habilidades…

O poder Raio causa um impacto capaz de arremessar objetos em todas as direções. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

O poder Raio causa um impacto capaz de arremessar objetos em todas as direções. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Tá chovendo canivete... Isso por que era perigoso ir sozinho e sem espada! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Tá chovendo canivete... Isso por que era perigoso ir sozinho e sem espada! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Dust (de_dust) é um dos mapas mais famosos de Counter Strike e é referenciado em Rain on Your Parade. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Dust (de_dust) é um dos mapas mais famosos de Counter-Strike e é referenciado em Rain on Your Parade. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

O sapo é um coadjuvante constante durante a jornada. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

O sapo é um coadjuvante constante durante a jornada. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Rain on Your Parade faz referência também a sitcoms, como The Office, em uma fase cheia de desafios breves. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Rain on Your Parade faz referência também a sitcoms, como The Office, em uma fase cheia de desafios breves. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Alguns cenários mudam a jogabilidade e exigem máxima discrição. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Alguns cenários mudam a jogabilidade e exigem máxima discrição. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Dentro do "lar, doce lar" de Nublado é possível encontrar um arcade... (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Dentro do "lar, doce lar" de Nublado é possível encontrar um arcade... (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Jogabilidade: controlando uma nuvem e seus poderes

Para começar, depois de arruinar um casamento, Nublado é colocado em um mapa-múndi que lembra aqueles vistos na série Overcooked!: devemos procurar a próxima fase em um mapa com a câmera fixa. Isso até funciona bem enquanto passamos de fase em fase, mas torna o regresso a fases anteriores tedioso.

A nuvenzinha encrenqueira de Rain on Your Parade é vagarosa, por isso ir e vir por aí acaba sendo um processo demorado. A lentidão do mapa-múndi se repete por igual nos cenários, só que curiosamente não chega a incomodar tanto. Provavelmente, a lerdeza apenas se faz evidente nos cenários nos quais Nublado deve fugir de mísseis ou que simular tower defense.

Vista Nublado como achar bonito e veja acessórios que lembram jogos clássicos e influentes. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Vista Nublado como achar bonito e veja acessórios que lembram jogos clássicos e influentes. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Ainda bem que aprendemos habilidades bem peculiares e com funções muito específicas em Rain on Your Parade: fazemos chover 🌧️, relampejar ⚡, nevar 🌨️ e criamos tornados 🌪️. Cada uma delas é associada a um botão específico da face do controle (respectivamente A, B, Y e X no Nintendo Switch).

Todas as quatro nos ajudam a concluir os diferentes desafios impostos pelos cenários, já que os objetivos mudam constantemente, assim como as mecânicas e regras. Por exemplo, se em uma fase devemos encharcar todos os humanos com a chuva, em outra fase, além de não podermos molhar ninguém, devemos passar desapercebidos.

A nuvenzinha encrenqueira de Rain on Your Parade é vagarosa, por isso ir e vir por aí acaba sendo um processo demorado.

O universo de Rain on Your Parade é um jogo de física e química, com elementos reagentes – água apaga o fogo, que por sua vez se espalha quando toca petróleo ou é causado por raios em árvores e caixas. As pessoinhas vagantes têm consciência do caos ao redor e tentam fugir ou se abrigar debaixo dos pontos de ônibus. Tendo isso em consideração, as habilidades possuem múltiplas funções.

Cuidado com a chuva ácida! Nem sempre o objetivo é encharcar as pessoas; às vezes você só se vinga de um malfeitor. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Cuidado com a chuva ácida! Nem sempre o objetivo é encharcar as pessoas; às vezes você só se vinga de um malfeitor. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Em primeiro lugar, a chuva 🌧️ quase sempre é de água, que molha as pessoas e faz plantas crescerem. Mas, com o auxílio de depósitos que liberam bolhas coloridas, a nuvem muda suas propriedades e passa a carregar chuva ácida (verde, corroendo objetos e matando plantações) ou petróleo (preto, altamente inflamável). A chuva comum, obviamente, apaga incêndios, causa curtos-circuitos e tem condutividade.

Troque a chuva de água por petróleo e incendeie as coisas com um raio! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Troque a chuva de água por petróleo e incendeie as coisas com um raio! (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Em seguida temos a neve 🌨️, extremamente útil, criando uma superfície escorregadia para as pessoas e obstáculos nos trilhos contra as máquinas. Aliás, acerte uma pessoa diretamente com a nevasca e a transforme em uma bola de neve, que por sua vez pode ser lançada por aí com auxílio das habilidades restantes.

A cara perversa de Nublado ao criar um pandemônio no mundo é impagável. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
A cara perversa de Nublado ao criar um pandemônio no mundo é impagável. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

O raio ⚡ exerce influência sobre os seres vivos e os assusta na direção contrária, fugindo de Nublado, além de – naturalmente – despejar eletricidade e colocar fogo em superfícies de madeira e de papel. Uma propriedade adicional é a transferência de energia aos objetos próximos: um raio é capaz de lançar bolas de neve e destruir automóveis.

Finalmente, os tornados 🌪️ sugam as coisas ao redor. A força de sucção é afetada pelo peso e tamanho das peças em questão. Algumas fases de Rain on Your Parade pedem para Nublado levar objetos de um lugar a outro e esta habilidade é a mais adequada. Tornados também arremessam objetos de maneira mais intuitiva: é só deixá-los no redemoinho, observar em qual direção ele está se movimentando e soltar o botão. Muitos dos cenários de Rain on Your Parade que envolvem tornados lembram os jogos da série Katamari, no qual o jogador controla uma bola que suga os objetos.

Muitos dos cenários de Rain on Your Parade que envolvem tornados lembram os jogos da série Katamari, no qual o jogador controla uma bola que suga os objetos. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Muitos dos cenários de Rain on Your Parade que envolvem tornados lembram os jogos da série Katamari, no qual o jogador controla uma bola que suga os objetos. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Por ser um desses jogos com física livre, ao estilo de Moving Out, o resultado costuma fugir do desejado. Dominar os controles e adquirir a noção do comportamento de todos os elementos acaba sendo um aprendizado a parte. Não chega a ser uma tragédia, já que o aprendizado é rápido graças à simplicidade dos comandos e à mudança constante de objetivos.

Rain on Your Parade padece de pequenos problemas como, por exemplo, no nível Cardboard Gead: Nuvem, que faz homenagem a Metal Gear Solid. A percepção dos soldados com lanternas passa pelos contêineres empilhados como se tivessem visão raio-X – um agravante, pois a missão falha instantaneamente ao sermos vistos.

Talvez cientes dos problemas às vésperas do lançamento, desenvolvedores prometeram liberar uma correção ainda no primeiro dia com pequenos ajustes e aperfeiçoamentos.

Existe um esquecível modo para fotografar ocasiões especiais. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Existe um esquecível modo para fotografar ocasiões especiais. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Há ainda o modo foto, no qual câmera ganha a liberdade de um drone sobre o cenário, permitindo fotos em poses e circunstâncias especiais. Para entrar no modo, basta apertar o gatilho (ZR no Switch) e seguir as poucas orientações mostradas na tela.

Nesta primeira versão disponível, foi possível usar a câmera em certas ocasiões como um botão de pânico: dada a oportunidade de mudar Nublado de lugar durante o modo foto, bastava evocá-lo caso o perigo fosse iminente para evitar danos.

Cenários se apresentam de formas muito diferentes uns dos outros, combinando e remixando os mais variados gêneros nos videogames. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Cenários se apresentam de formas muito diferentes uns dos outros, combinando e remixando os mais variados gêneros nos videogames. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Visual e som de Rain on Your Parade

Uma das primeiras coisas que me chamou atenção ao ver o trailer de Rain on Your Parade foram os gráficos estilizados de uma nuvem recortada em um papelão. Tinha um certo ar do menu de Super Mario All-Stars (1993), indicando se tratar de uma peça de teatro, misturado com as texturas de lã e de papelão de jogos como Kirby’s Epic Yarn (2010), Yoshi’s Woolly World (2015) e Yoshi’s Crafted World (2019).

Mas todos os jogos citados acima são da Nintendo e carregam o selo de qualidade de uma grande desenvolvedora com muito orçamento guardado. Rain on Your Parade é um jogo independente e, durante a jornada, reparei que a escolha artística dos visuais é no mínimo inconsistente. O difícil de dizer é quanto dessa inconsistência é proposital.

Cause confusão até nos créditos. Observe o excesso de filtros aplicados ao utilizar habilidades. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Cause confusão até nos créditos. Observe o excesso de filtros aplicados ao utilizar habilidades. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Enquanto Nublado é uma nuvem de papelão suspensa por duas cordinhas, os sóis mantêm o papelão, mas vagam sem cordas por aí. Alguns arbustos e árvores tentam emular as texturas de tecidos, enquanto outros objetos na tela seguem na linha de arte low poly , tantos outros parecem ser de plástico e, no final, tudo recebe o forte desfoque característico do estilo tilt-shift.

Outro agravante é a insistência de Rain on Your Parade se propor aparentemente a ser simples ao mesmo tempo que depende excessivamente de filtros, como a vinheta e o desfoque de profundidade. Ao acionar o tornado, por exemplo, a tela recebe a vinheta (bordas escuras nos cantos) e o Nintendo Switch sofre para manter a taxa de quadros por segundo de Rain on Your Parade estável nos 60 FPS.

O jogador pode personalizar a cara de Nublado e escolher seu vestuário. (Imagem: Divulgação/Unbound Creations)
O jogador pode personalizar a cara de Nublado e escolher seu vestuário. (Imagem: Divulgação/Unbound Creations)

Nenhum dos aspectos técnicos, entretanto, retira o charme da apresentação geral de Rain on Your Parade. O jogo consegue ser bonito, carismático e agradável. Em um bônus, as expressões de Nublado, um rosto desenhado com canetinha, são engraçadas. Ainda por cima podemos desenhar a cara nós mesmos, ao visitarmos a base de Nublado.

Pela produção sonora, Rain on Your Parade tem forças opostas: se, por um lado, as músicas servem bem à ambientação e são bem compostas, por outro os efeitos sonoros das pessoas e do mundo em geral são chatos e repetitivos. Os créditos de Rain on Your Parade sugerem que todas vozes foram gravadas por poucas pessoas, provavelmente pelas próprias pessoas do time na Unbound Creations, mas ainda assim…

A mistureba visual de Rain on Your Parade pode ser um pouco estranha, mas frequentemente funciona mais do que falha. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
A mistureba visual de Rain on Your Parade pode ser um pouco estranha, mas frequentemente funciona mais do que falha. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Falando das coisas boas: as músicas não só acompanham as situações, como também lhes dá alma. Seja uma escola com alunos bagunceiros, seja a paródia de Zelda ou de outros jogos clássicos, as composições funcionam tão bem que um mero segundo de silêncio desperta a sensação de estranheza.

Porém, os efeitos sonoros não só estão gravados em baixa qualidade, mas são poucos, ficando repetitivos muito rápido. Um verdadeiro incômodo para a concentração.

Doutor Estio é o antagonista por detestar nuvens... E as demoradas falas tiram um pouco do brilho do humor de Rain on Your Parade. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Doutor Estio é o antagonista por detestar nuvens… E as demoradas falas tiram um pouco do brilho do humor de Rain on Your Parade. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Vale a pena ser uma nuvem encrenqueira em Rain on Your Parade?

A clássica pergunta sobre se tal jogo vale seu rico e suado dinheirinho… E a resposta, neste caso, passa pela associação de alguns fatores.

Em primeiro lugar, se você gosta do jeitão descompromissado de Untitled Goose Game, já é um começo. Rain on Your Parade é uma comédia pastelão em formato interativo. A existência de tantas falas pode desligar um pouco aqueles jogadores mais sintéticos, mas deve entreter jogadores novos e crianças com facilidade, já que Rain on Your Parade segue uma historinha simples como fio.

Continuando com as comparações, Rain on Your Parade troca aquele mapa “aberto” do ganso por uma série de pouco mais de 50 fases de jogabilidade variada e com objetivos sempre diferentes. Os cenários podem ser de espionagem, paródias de jogos clássicos e brincadeiras com os gêneros de videogames. É por causa dessa metalinguagem que jogadores veteranos encontrarão entretenimento com uma nuvem.

Termine a campanha e volte para ver novos objetivos em todas as fases. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Termine a campanha e volte para ver novos objetivos em todas as fases. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Nas considerações finais, a campanha dura quase cinco horas com picos de dificuldade variáveis fase a fase. Ao voltar para Rain on Your Parade, o modo new game plus é liberado, acrescentando mais objetivos para a maioria dos cenários. Além disso, será possível utilizar todas as habilidades a qualquer momento. Lembra da primeira fase, a do casamento? Ao voltar devemos fazer a noiva escorregar pela neve até o altar e queimar as cadeiras com raios!

Existe uma certa diversão em avacalhar com o dia das pessoas em uma maneira aparentemente inocente. Rain on Your Parade atendeu a minha expectativa: é um jogo indie simples e carismático que, apesar de suas limitações naturais, diverte e me deixou com a vontade de que fosse mais duradouro. Quem sabe numa atualização futura?

Se você quer um passatempo descomplicado, tem crianças ou jogadores mais casuais e já curtiu Untitled Goose Game e gastou outros jogos simples, dê uma chance a Rain on Your Parade. Na dúvida, nunca deixe de experimentar a demonstração (Nintendo Switch, Steam) ou de aproveitá-lo com Xbox Game Pass.

Mais sobre Rain on Your Parade

Apenas 1 jogadorIdiomas: 🇧🇷🇺🇸🇪🇸🇫🇷🇩🇪🇵🇱🇰🇷🇨🇳15 de abril de 2021
Aventura, Puzzle, Ação, ArcadeNintendo Switch, Xbox e PCLivre
Desenvolvido por Unbound CreationsPublicado por Unbound Creations800 MB

Rain on Your Parade será lançado 15 de abril. Cada preço listado abaixo redireciona você para a loja das plataformas e corresponde ao valor completo do jogo. Contudo, tanto a Loja Nintendo quanto a Microsoft Store estão com valores promocionais até a data de lançamento. Você pode comprar Rain on Your Parade em formato digital para:

Nintendo SwitchR$ 76,50
Xbox One, Xbox Series X|S, Windows 10 (Microsoft Store)R$ 54,95
PC, via SteamDemo, Lista de desejos

Apesar de a Microsoft Store oferecer uma única licença compatível com consoles Xbox e para computadores Windows 10, vale lembrar que o jogo não conta com o recurso Play Anywhere, que compartilha o progresso salvo entre computador e consoles Xbox, permitindo alternar a jogatina sempre que necessário. Ainda assim, os arquivos salvos sincronizam-se entre Xbox One e Xbox Series X|S.

Outro lembrete: se quiser testar Rain on Your Parade antes de comprá-lo, o jogo será adicionado ao serviço Xbox Game Pass neste abril, justo no mesmo dia de seu lançamento.

Não se esqueça de conferir o arcade abaixo da Nuvelisa. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)
Não se esqueça de conferir o arcade abaixo da Nuvelisa. (Imagem: Reprodução/Nintendo Switch)

Especificações para computadores

Rain on Your Parade está disponível para computadores com Windows 10 pela Microsoft Store (licença compartilhada para consoles Xbox, como dito acima) e pela Steam, permitindo rodá-lo em sistemas operacionais Mac e Linux.

MínimasRecomendadas
ProcessadorIntel i3 Dual Core @ 2.0GHzIntel i7 Quad Core
Placa gráficaCompatível com DirectX 11Compatível com DirectX 11
Memória RAM2 GB2 GB
Espaço em disco800 MB800 MB

Rain on Your Parade

R$ 54,95
7.6

Diversão e variedade

9.0/10

Conteúdo

7.0/10

Jogabilidade

7.5/10

Visual

7.5/10

Som

7.0/10

Prós

  • Divertido quando foca no humor mudo
  • Mais de 50 cenários únicos
  • Novos objetivos após a conclusão
  • Positivamente experimental e referencial
  • Traduzido ao português do Brasil

Contras

  • Pedante no falatório
  • Física ocasionalmente caótica
  • Composição visual nem sempre funciona
  • Ruídos repetitivos enjoam

Carlos Maestre

Jornalista que passou a pesquisar acessibilidade digital pela constante necessidade de inverter o eixo Y - desde GoldenEye 007. Cresceu com a Nintendo e fã da (atual) Microsoft, quer a velha Rare de volta. Além de achar divertido caçar conquistas, sofrerá uma intervenção a qualquer instante por culpa de Stardew Valley.